O Restauro do Museu do Imigrante foi uma obra muito importante para a cidade de São Paulo: era a antiga hospedaria dos imigrantes que chegavam no porto de Santos e iam para triagem e contratação como mão-de-obra, principalmente para a lavoura do café. Durante as análises do local, foram encontrados textos nas paredes da circulação principal em vários idiomas, que eram uma espécie de regulamento interno. Parte destes textos foram restaurados, assim como incisões feitas nos tijolos na parede lateral da portaria, com nomes e datas do fim do século 19.

Restauro

    • Restauro dos telhados, das fachadas e esquadrias;
    • Adequação arquitetônica com a transformação dos espaços para atender a nova museografia
    • Implantação de acessibilidade e circulação vertical (elevador)

Implantação das áreas de apoio

    • Sanitários;
    • auditório;
    • atendimento ao público;
    • setor administrativo.

Parte da infraestrutura de instalações hidráulicas

    • Água;
    • águas pluviais;
    • esgotos;
    • combate e prevenção a incêndio.