Hidrelétrica de Jirau – Rondônia

A Hidrelétrica de Jirau em Rondônia é a 3ª maior do Brasil e, nela, a Pires trabalhou nas galerias, na casa de força da usina, no processo de proteção da junta de dilatação nos blocos das unidades geradoras e nas parede de montante e jusante.

Problema: A estrutura apresentava fissuração nos elementos estruturais,  permitindo assim a passagem de elementos agressivos ao concreto.

Solução: Selamento de fissuras com injeção de resina de poliuretano flexível e juntas de dilatação com resina de gel acrílico.

Tecnologias: Injeção de Resina de Poliuretano e Injeção de Resina de Gel Acrílico.